Poema “Presença/Ausência”, videochamada a 11 jul 2020

Tenho-Te cativo em mim

Desde sempre procurei-Te

Um espaço por preencher

Um vazio silencioso e gritante

Tenho-Te cativo em mim

Num momento senti-Te

Um rasgo de alegria

Uma forte presença

Tenho-Te cativo em mim

Que comunhão tranquila

Uma busca inquieta

Para Te poder sentir

Tenho-Te cativo em mim

Mesmo estando ausente

Sinto a Tua presença

Escuto a melodia

Tenho-Te cativo em mim

O passo é o mesmo

Numa dança à distância

Que nos aproxima

Tenho-Te cativo em mim

Estás perto

Estás longe

Estás aqui!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s