Poema sobre artigo 6° da Declaração Universal dos Direitos Humanos

A pedra forte, não se move
A flor exibe um perfume único
O cavalo percorre distâncias longas
Tocam todos numa harmoniosa sinfonia
Uma quase  perfeita e bela melodia
Que se for apreciada por nós
Une-nos a esta complexa criação
E torna-nos mais humanos
Num ser que ganha o seu valor
Que tem de ser reconhecido
Por todos, em qualquer lugar.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s